Make your own free website on Tripod.com

publicação

Curitiba :Champagnat

Notas de Resumo

O presente artigo tem por objetivo mostrar o modo como Popper propõe a demarcação da ciência. Popper aceita a crítica que Hume faz à indução, mostrando os limites lógicos do raciocínio indutivo, ou seja, do raciocínio que de experiências particulares conduz a teorias universais. Contudo, Popper difere de Hume na medida em que não cai no ceticismo. Antes disso, acredita que seja possível salvar a racionalidade da ciência, sem lhe atribuir um caráter de crença. A novidade de sua proposta de demarcação está no fato de substituir a exigência de dar razões positivas às teorias pela exigência de dar razões críticas. Desta atitude depende não só o progresso da ciência, mas também o esforço para a construção de um mundo melhor, pautado na modéstia intelectual e na abertura ao diálogo.

Notas Locais

Material disponível na Biblioteca Central

ISSN

0104-443

Assuntos

Popper, Karl Raimund ,Sir ,1902-
Teoria do conhecimento
Indução (Lógica)
Lógica
Filosofia

Localização do artigo   
 

Revista de Filosofia (Curitiba),v.13, n.13, p.57-71,ago./dez.2001,artigo 8,298656